72% dos universitários brasileiros preferem navegar na internet do que namorar

72% dos universitários brasileiros preferem navegar na internet do que namorar

A Cisco, multinacional da área de informática especializada em redes, realizou uma grande pesquisa em 14 países, entre eles o Brasil, sobre o comportamento dos jovens com relação à internet. Foram entrevistados universitários e jovens profissionais com idade de até 30 anos. Uma das mais surpreendentes revelações é a de que 72% dos universitários brasileiros entrevistados disseram que a internet é mais importante para eles do que namorar, sair com os amigos ou ouvir música. A média mundial nessa questão é de 40%.

A pesquisa mostra também que 65% dos universitários e 61% dos jovens profissionais brasileiros consideram a internet tão importate quanto alimento, ar, água e moradia. A média no resto do mundo é de 33%. Alé disso, 63% das pessoas entrevistadas no Brasil preferem ter internet a ter um carro - número dentro da média mundial.

Veja mais dados da pesquisa.

Diante desses números, é preciso relembrar a Mensagem do Papa Bento XVI para o 45° Dia Mundial das Comunicações, em que ele faz um importante alerta:

"Quem é o meu 'próximo' neste novo mundo? Existe o perigo de estar menos presente a quantos encontramos na nossa vida diária? Existe o risco de estarmos mais distraídos, porque a nossa atenção é fragmentada e absorvida por um mundo 'diferente' daquele onde vivemos? Temos tempo para refletir criticamente sobre as nossas opções e alimentar relações humanas que sejam verdadeiramente profundas e duradouras? É importante nunca esquecer que o contacto virtual não pode nem deve substituir o contacto humano directo com as pessoas, em todos os níveis da nossa vida."

Vale a pena reler toda a mensagem. Vale a pena também rever o vídeo a seguir: Desconecte-se para se conectar.

youtu.be/kYhjdeCV_vA

fonte: http://www.jovensconectados.org.br/artigos/formacaocomunicacao/785